09 novembro 2010

De Volta à África

Abaixo estão os links para esta missão. por favor, conheça um pouco mais.


To the future! – Marcelo Quintela

Gente querida da Geração do Fim,

Quero atualizar a todos sobre o andamento da Missão PEQUENINOS NA NIGÉRIA. Por favor, parem um pouquinho para "ouvir"...

I - O que mais espanta

2010 está acabando e, pensando nos caminho do “Caminho” na Nigéria, chama atenção o fato de que se nós não estivéssemos fazendo o que estamos fazendo, ninguém estaria!

Ir ao campo foi como desvirginizar uma mata densa e desconhecida que, de tão alta, não permite qualquer vislumbre do que virá a frente. Com exceção da ONG inglesa, não há um apelo da sociedade por ajuda alguma. Quero dizer, como pode algo tão trágico ser também ainda tão inédito aos ouvidos e olhos de todos? Diferente da AIDS, dos refugiados, da desnutrição e do trabalho escravo, a estigmatização de crianças-bruxas ainda não é fonte de preocupação internacional quanto à África contemporânea. O mundo já sabe até do preconceito contra crianças albinas na Tanzânia, mas não sabe que mais de 10 mil outros pequeninos foram amarrados ás árvores ou chutados para fora das vilas até morrer! (Mesmo a igreja – que tem manifestado na última década especial atenção ao provimento de recursos para o esforço evangelístico dos países islamizados – mantém seus olhos fechados a um fenômeno de tamanha urgência nos campos do Senhor).

IIA UNICEF

Isso acontece apesar da UNICEF já ter publicado sua revisão de literatura e pesquisa de campo acerca do assunto, em Abril desse ano: http://www.unicef.org/wcaro/wcaro_children-accused-of-witchcraft-in-Africa.pdf . Ler esse artigo foi muito estranho... Eu havia estado lá, e tudo que eu lia confirmava exatamente nossas observações e nossa teimosia acerca do fato de que o "fenômeno é recente e urbano" e diz respeito à ação mercantilista de "igrejas reavivalistas e sacerdotes pagãos". Tudo como a gente viu. A parceria do "mal" com o "bem"...Tudo como ninguém quer aceitar, escondendo-se da verdade de que isso não é cultural; isso é apocalíptico, e condiz com a nossa medievalidade pós-moderna. Ou vocês ignoram que esse mundo já acabou? "Tudo é névoa e confusão" - manifestou um antropólogo ao aportar nesse chão na década de 1920!

III - Que chão?

A UNICEF (2010) afirmou que o terreno das principais ocorrências, entre tantos, é exatamente onde estamos sediados: No estado de AKWA IBOM, sul da Nigéria, ex-colônia britânica na África Ocidental. A praga tem seus tentáculos espalhados e faz tempo que já alcançou o Congo (ex-francêsa) e Angola (ex-portuguesa). E ninguém duvide que, pela Graça de Deus, ainda aportaremos nesses lugares, perseguindo o inferno e perturbando o "mundo"! - em nome do Senhor.

IV - Como a Missão está caminhando Hoje?

Temos uma casa alugada na cidade de ORON, foco das maiores loucuras e lugar de onde saiu a maioria das 210 crianças recolhidas no orfanato.

O Jackson Samuel, nosso pedagogo infantil, cuida da casa e evangeliza escolas e famílias por toda a região. Ele distribui a nossa literatura mais importante por enquanto: JESUS AND THE CHILDREN. Sigo trabalhando com o livro que vai contar no Brasil o drama da bruxificação infantil. Ele está pronto para ser apresentado as principais editoras do país. E conclui o “O que fazer se seu filho for acusado de Bruxaria?”, que é um livro de 15 páginas, somente em inglês, voltado para os familiares de crianças acusados por autoridades religiosas (anexo).

Realizamos a viagem de mapeamento em Janeiro. Três de nós retornaram em Junho e fizeram a locação da casa, além de apoiar outros projetos cristãos, humanitários ou governamentais na região. Realizamos cruzadas de "prevenção" à Bruxaria (anexo); levamos medicamentos e dinheiro para medicamentos, roupas, Novos Testamentos que a ABBA PRESS nos presenteou para distribuir, falamos às rádios e aos jornais, reunimo-nos com autoridades políticas e evangélicas, gritamos em frente aos templos do Infanticídio, realizamos campanhas ecológicas, esportivas e resgate de crianças-reféns; pregamos em mercados, vilarejos (anexo), praias, igrejas, feiras, escolas e numa final de campeonato de futebol para 3 mil espectadores, salvamos um pequeno do facão que já se erguia contra ele (sei que parece mentira... Paciência!). Agora, entretanto, considerando que os irmãos que lá deixamos tocando os projetos têm bastante vontade e garra, mas pouca liderança e iniciativa, precisamos voltar. Está tudo por fazer... Não dá mais p´ra não voltar!

V - MISSÃO "TO THE FUTURE!" - 12 de Novembro de 2010

Leonardo Rocha (foto), da base em Londres, montou um time de brasileiros que residem na Inglaterra (é mais econômico partir da Europa que do Brasil). Acompanharão o Leo, os amigos Leonardo Lepsch, fotográfo ítalo-brasileiro da primeira viagem; o Carlos, do "Caminho da Graça" em Londres, e agora, a Ayla.

VI - A PRIMEIRA MULHER NA EXPEDIÇÃO - Ayla Alves

Desde a convocação do Caio à viagem inaugural desse processo, muitas missionárias de coração se candidataram a participar. Contudo, apesar de entendidos como machistas por alguns, a recusa em receber mulheres não era nossa, e sim, da Embaixada, das autoridades locais e da ONG inglesa, que nos preveniram acerca de sequestros e desinstalação total.

Agora é diferente, graças a Deus. Temos nossa CASA DA CRIANÇA, com projetos internos, temos pastores amigos, autoridades conscientes e a simpatia do povo.

Agora, penso eu, a hora se faz propícia; visto que nas primeiras expedições o pouso precário no dia-a-dia e a incursão por uma "selva" hostil provavelmente fosse mesmo nos intranquilizar quanto alguma presença feminina entre nós. Sei que estamos nas mãos de Deus, mas nossa responsabilidade e bom-senso mínimo não se anulam por causa disso.

http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAM-vaoMP_C-xuJ8wCG07_5L_YvQznb7ORS1R8K_4jkpSZZGcQI2o9q2KMiD2KNcr6EjnqLzQMaV5lowUNF0JvC0Am1T1UDV17u2ydcWIxLMFHBngesO4BLY8.jpgVII - Quem é a Ayla?

Recebi ontem os dados dela. Está em Londres para melhorar seu inglês, é envolvida com projetos sociais desde sempre, morou em 27 cidades brasileiras (?!) e pertence à Comunidade Missionária Oriental de São Paulo e é solteira. Navegante diária da WWW.vemevetv.com.br - refúgio de muitos dispersos pelo mundo - nos procurou para incluir-se na Missão Pequeninos na Nigéria e não imaginava que o Leo já sabia em seu espírito que uma mulher apareceria agora para nos ajudar. Bom, caso a Ayla sobreviva, temos a porta aberta para todas as moças que Deus chamar... rs

VIII - Oremos...

Eles decolam direto para Lagos, sexta-feira próxima às 22 hs (20 hs em Brasilia) e retornam dia 20, às 11 da manhã de Londres. Ontem os avisei que não desprezemos o fato de que todos os dias que já passamos em solo africano foram sob o sentimento mais concreto de estarmos acompanhados de todos os queridos irmãos que se associaram ao Caminho em amor, intercessão e contribuição por essa Causa, que a gente não escolheu, sendo a ela simplesmente levados... pelo Vento!

O Vento sopra... Bem como todo aquele que é nascido de Deus.

E Deus tenha misericórdia de todos nós!

05/11/2010

Marcelo Quintela

WWW.caiofabio.net

WWW.caminhonacoes.com

27 agosto 2010

Frases da HSM

o link é esse aqui ó: http://hsm.updateordie.com/sustentabilidade/2010/08/forum-hsm-de-estrategia-o-que-eles-disseram/



Pessoal,

na última página da revista HSM Management, sempre vem a seção “O que eles dizem sobre “. Trata-se de um conjunto de frases sobre determinado assunto e que servem como insights para o nosso cotidiano. Acho a idéia excelente e sempre a utilizo para reunir aqui no blog algumas frases apresentadas pelos palestrantes nos eventos da HSM de que participo.

Seguem abaixo, algumas frases que capturei no Fórum HSM de Estratégia realizado nos dias 24 e 25 de Agosto :

Silvio Meira:

- Empresas são abstracões, o que vale, de verdade, são as pessoas dentro delas. O que quer dizer que empresas são redes sociais;

- Principio de Tom Peters: 98% de qualquer negócio é gente;

- 98% das pessoas, que compõem o princípio de Tom Peters, estão fora da empresa;

- Faz design aquele que deseja ir de um ponto ao outro redesenhando e reconstruindo o fluxo de informacões;

- Pirâmide das necessidade de Mazlow 2.0: singularidade, mobilidade, comunidade, simplicidade, localidade, usabilidade e programabilidade;

- Com as redes sociais, deixou de fazer sentido pesquisas do tipo focus group, o que vale sao as conexões entre as pessoas;

- Ao invés das maquinas se conectarem, as pessoas é que passaram a se conectar. Nós somos as conexões;

- A WEB 3.0 é a WEB onde todos podemos inovar;

- Dentro da revolucão atual de contexto, nós somos a WEB;

- Eu tenho que entender o que está ao meu redor para entender o que eu significo;

- O contexto em que vivemos é o universo da rede de fluxo de informacões geradas pelas redes sociais;

- Nós evoluimos dentro de um universo de contexto;

- A revolucão industrial ainda continua contaminando a revolucão atual e a forma como as empresas enxergam o mundo;

Renée Mauborgne:

- As empresas tem que alinhar valor. lucro e pessoas, com diferenciação e baixo custo;

- A maior concorrêcia para o sucesso, é cada vez mais a maior dificuldade entre você e a sua imaginação;

- Voce precisa de forte apoio da alta lideranca da empresa para promover a mudança. Sem esse apoio, é impossível;

- A maior concorrência não é entre você e seu colega, mas sim entre você e sua criatividade. Crie sua estratégia de oceano azul para sua carreira;

- Como é que você gasta seu tempo com o seu cargo e salário: com produtividade ou criatividade?;

- Obstáculos para criar o oceano azul: pensar que não pode mudar sua estrutura de mercado; Pensar que não precisam mudar; arrogância; miopia estratégica e uso excessivo de ferramentas, frameworks e processos;

- Grandes talentos procuram as grandes empresas, aquelas que estão criando o futuro;

- O Oceano Azul não está no que sua empresa ou a concorrencia fazem, mas no desejo não revelado dos consumidores;

- Voce pode criar estratégia oceano azul para produto, serviço e entrega. Wii é exemplo de produto e o Itunes é exemplo de serviço e entrega;

- A estratégia do oceano azul trata-se de tornar a concorrência irrelevante;

- Quem gasta mais tempo pensando em produtividade está navegando o oceano vermelho, enquanto quem pensa criatividade navega oceano azul;

- Papel da gestão envolve gestão da produtividade(custos, qualidade, logística, …) e gestão da criatividade(inovação, marcas, estratégia, …). O Problema é que 90% do tempo dos executivos é gasto com gestão da produtividade, apenas 10% é gasto com gestão da criatividade;

Martin Lindstron:

- Voce identifica um produto da Apple não pela logomarca, mas sim pelas características ligadas ao Design;

- Viva com seu consumidor, observe-o e você verá que há um ritual ao consumir seu produto;

- 60% das decisões de compras são tomadas em 4 segundos;

- 83% das informacões que as pessoas recebem são por meio visual;

- Preços irão variar conforme perfil de cada consumidor e contexto em que ele estará inserido levando em consideracão a conveniência;

- Jovens estão absorvendo 31 horas de conteúdo em cada 24 horas! A quantidade sobe, o engajamento desce!!

- Velocidade para se posicionar uma marca, não só reflete influência da tecnologia, mas também necessidade do consumidor por satisfacão instantânea;

- Nós estamos viciados em tecnologia e com isso estamos viciados em velocidade. É a geracão dos impacientes;

- Apenas 15% de nossas decisões cotidianas são racionais;

Fábio barbosa:

- Exemplos emblemáticos e o envolvimento do presidente da empresa são fatores primordiais para realizar a mudança nas empresas;

- O jogo é duro, mas nós vamos jogar na bola e não na canela;

- Sustentabilidade é criar vínculos com consumidores, funcionários e a sociedade como um todo;

- Podemos escolher o que semear, mas só vamos colher o que plantarmos;

- O que funcionários precisam é de desafios. Eles precisam conhecer a missão da empresa e acreditar nela;

- Eu gerencio esse modelo focando no cliente. A partir daí é que eu gero valor para os acionistas (Citando CEO da Unilever);

- Diversidade extrapola as questões físicas ou opcões religiosas. Tem a ver com reunir pessoas que pensam diferente;

- Sustentabilidade é reconhecer o papel das empresas na sociedade;

- Nao dá para ir bem em país que vai mal, em que a sociedade vive insegura. Empresas precisam assumir responsabilidade nesse processo;

- A confiança nas empresas precisa ser reconquistada. O único caminho é com ética e transparência;

- O valor das empresas está relacionado com a perspectivas de negócios futuros;

- Falso dilema: ou você busca lucro ou você faz negócios do jeito certo;

- Com a crise financeira, alguns temas emergiram: valores, liderança, ética e confiança;

- Sustentabilidade é muito mais do que uma agenda ambiental;

- Com as redes sociais, não existe on e off. Voce está sempre on;

- Impacto dos stakeholders na gestão: 58% vindo de consumidores e 45% vindo dos funcionários nas empresas;

- O mundo está cada vez mais interdependente, com uma sociedade cada vez mais conectada;

- O que a crise de crédito mostrou foi que mundo está interligado demais. Não dá mais para resolver os problemas atuais sozinho;

Michael Porter:

- Brasil precisa investir cada vez mais nas pessoas. Precisa investir em mais treinamento para gerar inovacão;

- O Brasil está indo OK. Ainda existem questões importantes para solucionar: burocracia, gastos governamentais, etc;

- Brasil precisa comecar a pensar em não deitar sobre todos os elogios vindos da comunidade no exterior. Precisa investir em patentes;

- Os valores dos clientes mudaram significativamente nos últimos anos. Estão mais voltados a valores ligados a sustentabilidade;

- No Brasil há muita oportunidade de crescimento e internacionalizacão maior das empresas;

- Precisamos ampliar nossa percepcão da realidade. Visão do modelo capitalista é míope. Empresas precisam mudar suas percepcões;

- As empresas precisam recuperar o respeito da sociedade. Por isso o tema sustentabilidade é fundamental;

- Consumidores estão cada vez mais conscientes de que sustentabilidade é uma estratégia eficiente;

- Problemas existentes nas empresas em relacão a estratégia: falta de comunicacão e falta de responsabilizar alguém pelas acões;

Tom Peters:

- Ouvir é uma profissão. Ouvir deve ser o valor organizacional nº 1;

- Ouvir é marca fundamental do respeito. Ouvir é coracão e a alma do comprometimento(engagement). Ouvir é a base da colaboracão verdadeira;

- Pedir desculpas é o gesto humano mais mágico e o que resolve a maioria dos problemas;

- Dica e recado para os gerentes: conte quantas vezes você disse obrigado e parabéns para seus funcionários;

- A necessidade humana mais profunda é a necessidade de ser reconhecido;

- As quatro palavras mais importantes em uma organizacão são “What do you think?”(o que você acha?) . Trata-se de respeito e dialogo;

- Selecionar e capacitar o seu quadro de gerentes da primeira linha é uma atitude estratégica de suma importância;

- líder é alguém que ajuda outras pessoas a terem sucesso;

- Organizacões só existem por um único motivo que é servir. Isso vale para qualquer tipo de organizacão;

- Tudo se resume a pessoas, clientes, acão e valores organizacionais;

- O poder de mercado das mulheres é duas vezes maior que poder da India e a china combinados. As mulheres são o mercado;

- Toda criança nasce artista. O segredo é permanecer artista. Elas são exploradores artisticos;

- Criatividade humana é a forca motrix da economia;

- Design é a unica coisa que diferencia um produto de outro. Para a BMW, design é uma religiao;

- Gerentes de primeira linha são muito mais importantes que os Vice-presidentes, pois estão em contato direto com os funcionários;

- Você deve fazer alguma coisa quando alguém diz “isso é loucura”. Quando diz que é “bom” é porque alguém já está fazendo;

- Voce deve tratar seus funcionários como trata os clientes. Funcionários em primeiro, clientes em segundo;

- Os simples são os melhores e bom senso sempre é importante;

- Execucão eh 98% da estrategia;

- Formacão e capacitacão da gerência média deve ser o item nr. 1 na agenda das empresas;

- Causa nr. um da insatisfacão dos funcionários nas empresas: gerência média;

- Problema nr. um das empresas é a comunicacão entre as pessoas;

Um abraço.

“Keep the Faith”

Twitter: @blogdomarcelao

25 agosto 2010

A Graça da Garça

Este não é meu tipo de música, estas não são as pessoas com quem eu convivo, este não é o formato que gosto.
Mas este cara é meu irmão e sua pregação é a minha. Este é o reino.



enviado pelo mano Cláudio - de Franca
Estação Caminho da Graça em Franca

26 julho 2010

Nossos ídolos e nossas fé-zes

Nós somos estimulados a muitas obediências e servimos a muitos ídolos.

Somos chamados a uma obediência que vem pelo desejo de nos sentirmos úteis e, assim, servimos ao ídolo Mercado de Trabalho.

Somos chamados a uma obediência que vem pelo desejo da felicidade material e, assim, servimos ao ídolo Mamon, o deus dinheiro.

Chamados a uma obediência que vem pelo desejo de paz interior baseada no que fazemos ou deixamos de fazer, servimos ao deus super-ego.

Chamados a uma obediência que vem pelo desejo de saber onde Deus está, servimos a um ídolo de tijolo e cimento, que alguns chamam de igreja.

Chamados a uma obediência que vem pelo desejo de corresponder a expectativas que os outros têm de nós, servimos a ídolos de carne e osso.

Chamados à obediência que vem pelo desejo de não sentirmos dor, servimos ao ídolo Bem-Estar.

Chamados a uma obediência movida pelo desejo de termos o melhor amuleto da sorte; ou ainda, movida pelo desejo (sincero, mas nem por isso livre de engano) de satisfazermos a vontade de Deus, servimos a um ídolo de papel e letras: o livro.

Chamados a uma obediência que vem pelo desejo de um deus que satisfaça as nossas vontades, servimos ao ídolo jesus.

A qual desses ídolos desejais obedecer?

Ao mercado? "Já é ruim o bastante que vendamos nossa vida desperta por um salário mínimo" *

A Mamon? Busque a felicidade material e se perca tentando alcança-la. "A conquista final do homem mostrou-se a abolição do homem" **

Ao deus super-ego? Sirva a esse ídolo, tente satisfazê-lo e, com sorte, você ficará insuportável ou neurótico.

Aos ídolos de tijolo e cimento? Sirva a ele e você será enquadrado...e só reconhecerá as manifestações de vida que se apresentarem na forma quadrada.

Ao ídolo de carne o osso? Ao sacerdote-funcionário da religião? A verdade dele só cria dependência e é bem diferente daquela que liberta. Ele jamais vai dizer como o Cristo: "Não precisa vir comigo. Volta para a tua casa!"

Ao ídolo bem-estar? Se entregue a ele em obediência e logo você desenvolverá a tal síndrome do pânico, que nada mais é do que o "medo de que as estrelas caiam na sua cabeça" ***

Ao ídolo livro? Obediência ao que ele diz? Primeiro quem é o livro para que diga alguma coisa? Até onde eu sei pessoas dizem algo!

Ao ídolo jesus? Que jesus? O que nós inventamos? Que serve aos nossos outros ídolos? Que abre portas no mercado de trabalho? Que me ajuda a ser materialmente feliz? O jesus super-ego guardião da moral? Que só frequenta o lugar de cimento e tijolo? E que é mais amigo de sacerdotes do que de gente comum? Que atende à oração de cura-caroço-da-cintura-pra-cima? Que jesus? Enquanto jesus for uma invenção nossa ele será um mero ídolo. Enquanto pedirmos para ele resolver as nossas mesquinharias ele vai continuar dizendo "Homem, quem me designou juiz ou árbitro entre vocês?" (Lucas 12.14). Quem vocês pensam que eu sou?

Nós somos estimulados a muitas obediências e servimos a muitos ídolos.

Ai eu vejo Paulo chegando na capital do mundo (Roma) e propondo o fim do mundo: uma obediência à fé. Obediência que vem pela fé. Obediência à fidelidade de Deus.

Daí a fala sobre revisão mental constante e alegre; sobre nova vida, nova criação. Daí as coisas antigas passarem e tudo se fazer novo.

Enfim, se o mundo é o nosso conjunto de princípios morais, de sabedoria, de conhecimento que fornece as regras de conduta institucionalmente adequadas; se o mundo é o nosso conjunto de valores, crenças e mitos; se o mundo é o nosso corpo de verdades universalmente válidas acerca da realidade; o conjunto de significados socialmente articulados e compartilhados; se o mundo é isso, propor uma obediência à fé é propor o fim do mundo.

"O ímpio está envaidecido; seus desejos não são bons; mas o justo viverá pela sua fidelidade. De fato, a riqueza é ilusória, e o ímpio é arrogante e não descansa; ele é voraz como a sepultura e como a morte. Nunca se satisfaz." (Hc 2.4-5)

Mas o justo viverá da fidelidade de Deus.

"A arte é de viver da fé" ****


hugo theophilo...depois de ontem.
_____________________________

* Trecho do filme "Waking Life"
** C.S.Lewis em "A abolição do homem"
*** Caio Fábio no vídeo "A cura das doenças psicossomáticas", disponível gratuitamente no site www.vemevetv.com.br
**** Herbert Viana/Bi Ribeiro em "Alagados"

18 junho 2010

Vídeo do Saramago

Em homenagem, singela é claro, coloco o vídeo do escritor e do cineasta.

Sincera falta do autor que vai. Sincera incógnita sobre o surgimento de algum outro que o preencha.

13 abril 2010

Suas emoções

“Se você pode começar o dia sem cafeína, se você pode ser alegre e ignorar as suas dores, se consegue resistir a pessoas chatas e consegue comer a mesma comida todos os dias sem reclamar, se entende que as pessoas que ama não lhe dão atenção, enfrenta o mundo sem mentiras e enganos, consegue conquistar atenção sem ajuda médica, relaxar sem álcool, dormir sem ajuda, você provavelmente é um cachorro. O seu melhor ativo como negociador é que você é um ser humano. Então use-o”

Daniel Shapiro esteve no Brasil e participou como palestrante do Fórum Mundial de Negociação 2009 da HSM.

Recomendo o texto inteiro. clique acima.

09 abril 2010

Frases do HSM

Frases que peguei no blog da HSM

Segue:

Ram Charam
- “Hábitos para uma execução efetiva: Foco, Fechamento e Acompanhamento”;
- “Nunca encerre uma reunião sem um fechamento, defina quem faz o que e quando. Atribua responsabilidades”;
- “Concentre-se nos pontos fortes de seus colaboradores”;
- “Invista 20% do seu tempo na formação do seu sucessor como líder”;
- “Não se torne obsoleto, aprenda.”;
- “Visite seu cliente e observe-o. Isso eh vivenciar experiência do cliente, eh mais do que identificar necessidade.”;
- “O banco central brasileiro eh melhor que o banco central americano”;
- “O líder eh um arquiteto da estratégia”;
- “A inquietação e o não contentamente com o sucesso atual devem ser características presentes nos lideres”;

Mario Sergio Cortella
- “Galileu negou o óbvio e nos tirou do centro do universo. Cuidado com o óbvio.”;
- “Gente não nasce pronta e vai se gastando. Gente nasce não-pronta e vai se fazendo”;
- “Líderes são aqueles que sabem manejar o estoque de conhecimento existente da empresa em QUALQUER nível”;
- “Velho eh aquele que acha que sabe tudo e que não precisa aprender mais nada, portanto, afaste-se de gente velha e aproxime-se de gente idosa por causa da experiência”;
- “O mais poderoso ativo de uma empresa é o estoque de conhecimento que ela possui”;
- “É preciso estar o tempo todo em disponibilidade para o aprendizado”;
- “Dois princípios das lideranca necessários as empresas : Quem sabe, reparte. Quem não sabe, procura”;
- “Só é um bom ensinante quem for um bom aprendente”;
- “Não se exima da sua responsabilidade e não entregue a sorte o seu destino. Tome as rédeas do seu sucesso”;
- “Mudança sempre existiu em larga escala, o que mudou foi a sua velocidade”;
- “Gente que diz que o mundo estah perdido eh porque, na verdade, estah perdido nele”;
- “A mudança nao só é permanente como também ela tende a se acelerar cada vez mais”;
- “Mede-se a inteligência de um indivíduo pela sua capacidade de suportar incertezas”;

Noel Tichy
- “Eu usei o twitter para assumir minha ignorância e tive ajuda do mundo inteiro.”;
- “O circulo virtuoso da liderança é ensinar e aprender”;
- “Líderes impulsionam e trazem a mudança”;
- “Liderança tem a ver com desenvolver o melhor das pessoas e construir confiança”;
- “Você precisa dar oportunidades as pessoas para desenvolverem todo o seu potencial”;
- “A maioria das decisões ruins são relativas a pessoas. Se você não toma boas decisões em relação elas, fica difícil tomar boas decisões estratégicas”;

Andrew McAfee
- “Empresa do futuro será aquela que construir uma estrutura que possibilite a todos os funcionários ajudarem entre si no nível da empresa”;
- “O papel do líder é saber enxergar a centelha do gênio, saber espalhar isso na empresa e deixa-lo a vontade para realizar seu trabalho”;
- “As pessoas que terão sucesso serão aquelas que estão na vanguarda, que olham para as PROXIMAS praticas”;
- “Enterprise 2.0 aumenta diferença entre empresas em termos de inovação, colaboração, inteligência coletiva, valor da marca e escutar clientes”;
- “Executivo dentro de uma enterprise 2.0 devem dar exemplo e possuírem seus próprios blogs.”;
- “Redes sociais nas empresas trazem altos benefícios a um custo muito baixo”;
- “Redes sociais possibilitam que laços potenciais transformem-se em laços reais”;
- “Enterprise 2.0 é o uso das plataformas de redes sociais emergentes na gestão das empresas”;

Rosabeth Moss Kanter
- “Seja autentico, expresse quem você é realmente de fato e saiba admitir suas falhas”;
- “Tudo pode parecer um fracasso em uma fase intermediária de mudança. Portanto, fortaleça seus princípios e seu conjunto de propósitos”;
- “Redes sociais são excelentes instrumentos para dar voz aos funcionários e para definirem valores corporativos e as prioridades da empresa”;
- “Cultura, confiança, pequenas inovações e iniciativas são o segredo para enfrentar qualquer turbulência no mundo dos negócios”;
- “A diferença entre vencedores e perdedoras é como você lida com a derrota, pois SEMPRE alguma coisa dará errado”;
- “Pequenas vitórias são extremamente importantes. É dar a chance a todos de inovar”;
- “Lideres vencedores valorizam todo tipo de vitoria, independentemente se ela é pequena ou grande”;
- “Os vencedores estimulam a colaboração e não a competição entre os talentos”;
- “Equipes vencedoras tem ênfase no desempenho do grupo como um todo. Cuidam uns dos outros”;
- “Líderes sabem trabalhar os pontos fortes das pessoas e não os pontos fracos”;
- “Trabalho, disciplina e profissionalismo são as chaves da vitoria”;
- “Lideres precisam ter entusiasmo em querer melhorar sempre”;
- “Você tem que ficar de olho na próxima jogada, principalmente em um mundo em constante mudança”;
- “Lideres criam o desejo e a confiança para realizar o impossível”;
- “Confiança é o segredo do sucesso e ela deve ser criada pelo líder ANTES da tarefa. É criar a sensação de possibilidade”;
- “A pricipal função dos lideres é preparar as pessoas para o sucesso”;
- “Os vencedores sentam-se ao lado dos melhores, vão aos maiores eventos de graça”;
- “Os vencedores são convidados as melhores festas, aos melhores eventos porque eles recebem informação, reputação, contatos, …”;
- “São as pessoas que fazem a mudança e não as ordens que vem de cima para baixo”;
- “Quando se trata de mudanças, é preciso dar voz as pessoas que são referencia para que possam CONVERSAR sobre o que aprenderam”;
- “O primeiro segredo da vitoria é aprender”;

07 abril 2010

O que é o amor?

Textículo pra lá de bacana que recebi do brother Simon:

O amor não é algo que te faz sair do chão e te transporta para lugares que nunca vistes.

O nome disso é avião.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que escondes dentro de ti e não mostras para ninguém.
Isso se chama vibrador tailandês de três velocidades.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que te faz perder a respiração e a fala.
O nome disso é bronquite asmática.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que chega de repente e te transforma em refém.
Isso se chama seqüestrador.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que voa alto no céu e deixa sua marca por onde passa.
Isso se chama pombo com caganeira.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que tu podes prender ou botar pra fora de casa quando bem entender.
Isso se chama cachorro.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que lançou uma luz sobre ti, te levou pra ver estrelas e te trouxe de volta com algo dele dentro de ti.
Isso se chama alienígena.
O amor é outra coisa.

O amor não é uma coisa que desapareceu e que, se encontrado, poderia mudar o que está diante de ti.
Isso se chama controle remoto de TV.
O amor é outra coisa."

"O amor é simplesmente... o amor."

23 março 2010

Uma palestra sem recursos visuais


Há algumas semanas fui convidado pela FGV de Uberlândia para uma palestra com o Sr. Luciano Salamacha do www.salamacha.com.br.

Ao começar a palestra. Surpresa: desligaram a luz.

Pra mim, que também palestro e dou algumas aulas, era inimaginável fazer algo do tipo com nenhum recurso visual. É a total quebra dos meus paradigmas de comunicador.

E de quebra, o professor ainda trouxe conceitos valiosíssimos, os escrevo a seguir:

- Refute as verdades que te são apresentadas
- Busque resultados diferentes
- Pressão gera criatividade
- Use o que está disponível
- Assuma seu lado esquisito

Não vou me estender em cada um dos temas para que você tenha curiosidade e oportunidade de vê-lo um dia (ou não). Mas sei que valeu demais a pena!!! Foi muito bacana mesmo.

O site do cara está aí em cima, vale a visita.

Losing my religion

Gente, este vídeo eu achei no Pavablog. É impressionante como este vídeo me chama a atenção e infinita quantidade de afinidades comigo mesmo...

Bom vídeo.

09 fevereiro 2010

Nuit Blanche

Curta incrível que vi lá no Sedentário.

Fotografia impressionante!!!

Nuit Blanche from Spy Films on Vimeo.

04 fevereiro 2010

Entrevista com o Humberto Gessinger na Guitar Player


Pra quem gosta, tem entrevista do Humberto na Guitar Player...


"

Essas trocas de integrantes revelam certa crise de identidade sonora em algum momento da banda?

Não. Se analisarmos os discos individualmente, veremos que todos têm sua força. Nisso, os Engenheiros do Hawaii sempre foram constantes. Às vezes, com mais exposição, às vezes, falando para os “fãs de fé”. Mas sempre convictos e sinceros. Quanto mais passa o tempo, menos importantes ficam os rótulos. O que fica é a música. Quando um disco sai, fala-se pouco da música e se dá muita importância às coisas acessórias, como quando o Radiohead lançou ‘In Rainbows’ e só se falava da forma como o disco seria vendido, tendo o preço decidido pelo comprador. Afinal, era um disco ou uma tese sobre economia no mundo globalizado?

Se a banda voltasse, você assumiria a guitarra ou o baixo?

No momento, não penso seriamente em voltar. Então, qualquer resposta seria tão subjetiva que não faria sentido."


Clica aqui

03 fevereiro 2010

Nomes dos anjos

Para rir um pouquinho (recebido por email)
 

 
SABE A RAZÃO DOS NOMES DOS ANJOS?
 
Gabriel, Rafael, Miguel e outros anjos...
 
Todos terminam com 'el'.
 

Com base nos escritos de estudiosos sérios,
 
teólogos e rabinos, alguns desses nomes foram decifrados:
 
 
 

Sendo assim, veja no texto abaixo as novas descobertas
relativas aos estudos desses seres protetores
 
NOVOS ANJOS:
 

Aluguel - anjo mau. Não deixa a pessoa conseguir sua casa
própria;
 
Embratel - anjo protetor do monopólio das comunicações;
 
Chanel - anjo protetor dos costureiros, estilistas e
outros   boiólas ;
 
Papai Noel - anjo protetor do comércio. Só aparece no
fim  do ano para acabar com seu 13º;
 
Tonel - anjo protetor dos alcoólatras anônimos e
bêbados  em geral;
 
Pastel- anjo protetor das colônias japonesas e chinesas;
 
Gel - anjo que protege as pessoas com cabelos rebeldes;
 

Manoel - anjo protetor das piadas preconceituosas;
 
Papel - anjo protetor daqueles com intestinos soltos;
 
Anatel - anjo que, como qualquer outro órgão do governo,não serve para coisa nenhuma

01 fevereiro 2010

Síndrome de estolcolmo

Muuuuuuuuuito bom hoje lá o Pava
 

 
Parabéns!
não sei se era isso o que você queria, mas conseguiu.
Astúcia não te falta, por isso não me impressionaria saber
que de fato você queria isso.
Roubou-me o que eu não tinha. Roubou o que eu tinha de mais precioso.
Não, você não me devolveu nada, ainda.
Roubou-me o sono, algo que eu não tinha. Não sobrando, pois não sou ocioso.
Roubou-me a paz. Roubou meus pensamentos.
Agora nem ouvir minha musica preferida sem lembrar de você posso mais.
Eu juro a você que ainda não descobri seu segredo.
Ainda não sei porque estou aqui escrevendo sobre você.
O que você tem que me deixa assim?
O que é que me prende a você?
Você não é igual aos outros.
Alias, ninguém é igual a ninguém.
Todo mundo é assim. É algo que a gente tem.
Quando te vi pela primeira vez, não senti absolutamente nada.
Mas muitas pessoas ao meu redor falaram muito bem de ti.
Então decidi experimentar. Foi o fim.
Fiquei viciado rapidinho.
No começo me empolguei. Passava muito tempo com você.
No inicio apenas a sós, eu e você em total intimidade, privacidade.
Depois comecei a te levar para uns lugares.
Te apresentei a meus amigos, a minha família.
Nosso relacionamento estava de vento em popa.
Mas aqui estou eu, no capitulo final. Acabei o epilogo mas não gostei do fim.
Eu esperava outras coisas. Esperava soluções.
Mas vem você, e me coloca mais problemas.
Como pretende manter-me fiel assim? (na realidade, somente assim poderá manter-me fiel)
Eu sei que você tem continuação.
Por isso eu vou ali, na livraria da esquina.
Comprar o segundo volume de sua série.
Oh livros, vocês me fazem tão bem.
Aliviam a dor de minha alma. (e até fazem-me dar gargalhadas de quando em vez!)
Se seqüestram minha paz, é um seqüestro desejável.
Cultura e conhecimento é sua maior riqueza.
Obrigado Deus, pelo livros, pelas bibliotecas, pelos e-books!

Kennedy Lucas, no Textos & textículos.
 

29 janeiro 2010

Comovido como o diabo

“Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.” Drummond


Sabe, tem dias que simplesmente... é foda! Pras mulheres estes dias seriam taxados como TPM, onde a emoção e o desejo de nos trucidar fica a flor da pele. Para nós, homens, dias assim... seriam... sei lá... ressaca?

Ontem foi um desses.

Fiquei comovido com um filme que você vai rir, eu tenho certeza! Show de vizinha... agora você já pode rir ok?

Parou? Não? Ok...

Agora sim né... voltando ao assunto:

É mais uma história dessas de amor barato, um moleque se apaixona por sua vizinha, uma atriz pornô em crise que quer sair do negócio. E nele descobre alguém que olha pra ela de uma forma simples e verdadeira. Sem preconceitos. E há vários takes de olhares entre os dois que são absolutamente holywoodianos. O mais corriqueiro é esse encontro de mundos: alguém que carrega um histórico mesmo com sua pouca idade e precisa enfrentar o preconceito para se livrar disso e do outro lado um rapaz que quer ser presidente, um baita nerd que tem toda uma vida pela frente. Essa é a encruzilhada onde estão os dois.

Mas o texto não é sobre isso. É sobre um tempo onde achávamos a paixão e o amor os maiores desafios de nossas vidas. Onde o gostar de uma determinada menina fazia tudo parecer diferente.

Era poder voar após um beijo. Era ter olhos que poderiam brilhar no escuro!

Sabe, tomara que o céu seja assim, recheado dessas sensações. Como numa paixão incompreensível, incontrolável... e doce. Não vai mais precisar ter a conotação sexual. Mas ainda será paixão.

E assim, tento olhar pra esse céu através da janela aqui do escritório. Pra encher o vazio do horário comercial.

Pra encher o vazio da vida que se cansa de olhar a desigualdade, mas que luta como Don Quixote quando vê qualquer raio de amor e felicidade.

“As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossege
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo,
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.” Drummond

22 janeiro 2010

Pouca Vogal no Portal Social

Segue um vídeo pra dar uma força pra uma turma séria lá do Sul!

21 janeiro 2010

Projeto (Álvaro Moreyra)

Quando eu morrer com certeza vou pro céu.
O céu é uma cidade de férias, férias boas que não acabam mais. 

Chegando, pergunto pela
minha gente que foi na frente.
Dou beijos, dou abraços, pergunto
uma porção de coisas e depois,
depois quero ir na casa de
São Francisco de Assis, ficar amigo dele,
tão amigo, tão amigo, que ele
há de me chamar: - Alvinho! e
eu hei de lhe chamar: - Chiquinho!...
 
 
 
Email muito bacana que recebi da minha amiga Cláudia por email. E quando penso em Céu... é daí pra frente... hehe

19 janeiro 2010

Pouca Vogal no London - EU FUI!!!



Dia 15-01 no London! Foi bom demais!!!

Galera, mais uma vez eu tive o privilégio de estar do lado do cara! Sei que podem achar piegas, mas não existe nenhum outro artista que eu faria questão de estar do lado assim...

Talvez se fosse o Eric Clapton, o Slash, o Mark Knopfler, o B.b. King ou outros desse naipe.

Mas sou fã dos Engenheiros desde moleque! Acompanho todos os lançamentos, músicas e etc.

Consegui comprar um dos últimos exemplares do Pra Ser Sincero, songbook do Gessinger, entrar no camarim, ganhar um autógrafo, um abraço e uma foto! Era meu dia!

Pense num cara feliz!

15 janeiro 2010

Missão Pequeninos Nigéria

Reflita sobre o texto abaixo. Saiba mais aqui:

Missão Pequeninos da Nigéria - Importante ler e repassar para todos que você puder.


DIÁRIO 19 | A DOR DE VER! - Depois que a gente vê as coisas que tem visto não dá mais para fingir que não viu.

Na terceira fase da Missão PEQUENINOS NA NIGÉRIA, pareceu bem ao Espírito e a nós, descer dos púlpitos, abandonar as conferências dentre os que detêm a primazia no meio do povo, e migrar para o "front", entrar nas trincheiras para a guerra "mano a mano", olhos nos olhos! Cara a cara com a realidade!

Ah! E que dura realidade! Violenta! Passados dois dias inteiros de batalha campal e aberta, minha alma amanheceu com um grito entranhado, nunca libertado, da dor de ver.

Ah! Se eu pudesse colocar você dentro das minhas pálpebras! Depois que a gente as coisas que tem visto não dá mais para fingir que não viu.

Não me refiro à pobreza extrema. Os pobres, sempre os teremos conosco... Falo a respeito da mais estranha categoria de estigmatização infantil. Tenho por certo que uma bomba de insanidade varreu a humanidade que um dia possa ter existido aqui.

Agora... Para qualquer lado que se olhe, está tudo lá... É difícil apagar. Ficou estampado, marcado, manchado. É um painel de horrores e o famoso clichê se aplica aqui: É cenário de guerra civil. Tem sangue, mosquito, estupro, abutres, mutilação, monturo, extorsão, maldição, feitiçaria, tumores, exploração, correntes, medo, terror cristão, desencanto e morte.

Nós nos tornamos máquina de evangelizar, que é para ver se, ao menos, a gente belisca essa coisa nojenta que domina o ar! Esse grupo parece uma equipe "caça-fantasmas", em meio a mais fantasmas do que se podia imaginar! Parece que a gente nunca mais vai embora! Vejo cada um desses soldados: A gente não pára de pregar o tempo todo que é para dizer ao caos que somos Vento contrário! De súbito, vem uma Força para não desanimar! A gente se poupa do óbvio e se dirige ao absurdo!

Pensar, por exemplo...

Pensar é o tipo de coisa que já paramos de fazer faz tempo! Aliás, parece que tudo "faz tempo..."

É difícil explicar: Quando a gente pensa que isso é cultural, tribal, pagão e milenar; fica evidente que é religioso, cristão-folclórico, atual. Quando pensa que é religioso então, percebe o pano de fundo absolutamente cultural. Quando, finalmente, se conclui que é religioso-cultural, vê que tudo não passa de MÁFIA. É business! É grana! É o diabo... Mamom!

Porém, mais triste do que enxergar esse cenário de guerra infanticida é perceber que o monstro segue adiante sem dar conta que você existe para lutar contra ele. Para cada estandarte que a gente ergue, se levantam dez outros contrários na cidade!

O que existe na África Central existe em todo o mundo; especialmente, onde existe miséria humana e tráfico de drogas, por exemplo. Aqui, contudo, corre o tráfico de alma! Muitas almas! As almas estão acabando por mais gente que nasça... Está aberta a temporada de caça as alminhas que sobraram: as das crianças!

Já vi muita criança sem alma vagando esse lugar! Andam leeentas, feito velhinhos encurvados, sem expressão ou gesticulação. Olhar vago, perdido, entreaberto, confuso. Espectros calados, semi-vestidos, silenciados...

O mal nesse lugar é diferente da fome, da peste e dos terremotos: Aqui, a matança dos inocentes bruxificados é um negócio epidêmico, abrangente, crônico, tentacular, covarde, conveniente, coletivo, impregnado e palpável. É aqui! É aqui mesmo – a geografia do mal!

E "AQUI" se entenda todo e qualquer lado para onde se caminhe a partir desse mirante de discernimentos aonde viemos parar... Sinceramente, estamos no maior matadouro de utopias; isso aqui é a esquina da desesperança total; isso aqui é o "fim do caminho"; é pior que a morte do corpo, é sua ameaça diária, é a sua sombra espreitando os inocentes, comendo gente, sitiando a gente!

Do contrário, alguém pode me responder a questão cotidiana: As crianças que salvamos para onde vamos levar? E se no único orfanato não tem mais lugar? E se voltar para casa é mais perigoso do que qualquer noite sem luar? E o que fazer quando você tenta encontrar um lugar e ao voltar para buscar não tem mais criança lá? E quando tem mais do que você voltou para levar? Se escolho uma, o que eu faço com a outra que vai ficar?

Aqui tem uma fábrica de produção de crianças-bruxas! Os bebês que cuidem uns dos outros! Adulto é um perigo! Adultos são bichos medrosos! Sim! As crianças vivem tensas. A qualquer momento um bicho-gente-grande pode quebrar seus bracinhos, rasgar suas carnes, pingar sangue em seus olhinhos, forçar seus corpos, transformar cada criança num deles!

Chega.

Vou deixar você dormir.

E não vou contar em casa o que eu vi aqui.


Marcelo

Aqui.


Vou lhes dizer:

O Clayton vive chorando,

Eu e o Leo ficamos às voltas com a exigência de alguma idéia genial

O bispo anglicano quer nos ajudar, mas na frente das raposas diz que acredita em bruxaria também! O Leo mandou o bispo passear!

"Daqui a pouco você também estará acreditando em crianças-bruxas" – é o recado final do presidente da associação religiosa do lugar!

A gente volta na igreja do rapaz acorrentado, e o rapaz está acorrentado!!!

A gente quer tirá-lo de lá. Mas ele quer matar todos os bruxos do país!!!

Quase arrancaram o braço de um menino. Reunimos a comunidade. Pedimos para ele voltar. Outro menino se levanta e diz: "Mas ele confessou que é bruxo? Não podemos deixar!"

Meu Deus!

Tem tanta placa de igreja aqui! Já estou nauseado! Quase tudo que se lê, termina com a palavra... "CHURCH"! Seja no meio do mato ou nas ruas das cidades, milhares de portas e pequenos templos se abrem em nome de Jesus! Aqui é o Museu do Avivamento! As placas são arqueológicas! O Cristianismo aqui já morreu e esqueceram de enterrar. Como um cadáver valioso, mumificado, ele vai sendo maquiado todo dia, numa Agora, feito zumbi, fica molestando crianças em rituais de exorcismos com sangue pastoral sobre os olhos e ouvidos dos bruxos detidos nas igrejas para serem "curados". Avisamos um pastor retardado com a igreja cheia de grandes quadros amarrotados daquele jesus católico: "A gente sabe que você faz isso! E você está proibido de fazer!"

Sim. E quando eu volto para fiscalizar?

As "convicções" aqui duram menos que um dólar!

Adultos são seres especialmente perigosos. Por isso, quando as crianças querem conversar, nos chamam de lado. Cecília mora num quadrado: Não agüento mais mosquito e agressão. Toda noite vem alguém aqui... Ela tem 15 anos. Cuida de meia dúzia de crianças expulsas do lar.


Equipe Caminho Nações


Valmir Bodruc - Team Way Nations

Caminho da Graça Way of Grace

Caminho Nações Way Nations

(00 55 13) 3019 4928 – 9173 9134


O Caminho é uma pessoa, seu nome é Jesus!

www.caiofabio.com - www.caminhoemsantos.blogspot.com - www.caminhonacoes.blogspot.com


CONTRIBUIÇÃO – “CONTRIBUTION” - MISSÃO PEQUENINOS NA NIGÉRIA - Deles é o Reino!

CAMINHO DA GRAÇA - ESTAÇÃO SANTOS - CNPJ: 08.389.524/0001-28

BRADESCO: Agência: 2066-4 - Conta Corrente: 23925-9

CAMINHO DA GRAÇA - ESTAÇÃO FLÓRIDA INC

WACHOVIA - Conta: 2000029295166