15 setembro 2008

Acampamento Dias Melhores


Segue abaixo uma das respostas do nosso amigo Marcelo Quintela às questões sobre o acampamento.

Temos visto muita polêmica (obviamente entre crentes) sobre o intuito ecumênico do acampamento que vai acontecer. Interessante que desde o início estamos dizendo que este acampamento é para falar de Deus, independente de quem esteja lá. Assim, católicos, espíritas, ateus e até evangélicos estão aptos a ouvir o que lá será dito.

Alguns emails correram e então, o Marcelo fez aqui uma resposta. Coloco abaixo para quem quiser ler e tenha alguma dúvida sobre o acampa. Não colocarei no site do acampamento porque termos chegado a esse tipo de discussão é uma verdadeira afronta aos queridos católicos e espíritas que lá estarão conosco. Sinal da nossa meninice em Cristo.

Segue:

***********************

Mano querido...

"Quando eu era evangélico, pensava como evangélico, agia como evangélico...depois, deixei dessas coisas..."

Agora, ficaram só esperança, fé e amor!

Esse é o alvo.

"Corro para o alvo"

No demais, se sou tão evangélico quanto sou católico (ou seja, nem um nem outro), a melhor parte está em ver as pessoas só como GENTE mesmo.

Para mim, a questão é tão ultrapassada que eu me pergunto como posso ser ecumênico, se nem religião eu tenho?

Vocês estão pensando que a gente tá de brincadeira com esse negócio de não-religião na relação com Deus e com o mundo?

Somos filhos do Evangelho, e só. E só pela Graça. A Graça nos mistura às pessoas, como o Sal se dilue no mundo! Não temos e nem teremos relações institucionais com ninguém, pq nosso negócio é GENTE. E instituições não se relacionam. Só gente se relaciona.

Somos uns des-graçados publicanos, que receberam em si mesmos o que nunca poderiam construir: o Espírito, o Reino em nós, a Morada de Deus. E isso nos mantém em constante assombro de gratidão!

Somos os famintos dispostos a dizer aos outros famintos que encontramos a casa do Pão!

Vc já ouviu algum publicano falar acerca de Jesus: "Esse aí anda com fariseus e come com eles!" ? Jà ouviu isso? Lògico que não. Publicanos não se sentem melhores que ninguém, e nem delimitam o grupo com o qual Jesus pode se encontrar. Publicanos não são seletivos. Publicanos são inclusivos, até porque querem ser incluídos! Quem foi convidado pra FESTA do jeito que a gente o foi, meus amigos, não tá nem aí para a filiação religiosa dos demais convidados. Eu só sei que muitos virão do Ocidente e do Oriente! E quem está preocupado com isso, pensa que entrou nas Bodas vestindo-se de si próprio.

Daqui a pouco tem gente achando que é alguma coisa porque é do 'Caminho da Graça'. Faça-me o favor! Dessas pedras Deus faz caminhantes e fraternos irmãos de Caminhada. Nós não somos NADA! O "Caminho" não é NADA! O "Caminho" não existe. O "Caminho" é só um testemunho! Historicamente, é fruto da pregação contemporânea de um homem dessa geração, queiram ou não! O "Caminho" é só uma maquete (mal feita, porque humana) do ideal comunitário! Um foco, um pólo histórico de divulgação do Evangelho. O "Caminho" não tem a própria camisa pra vestir! No "Caminho" todos são convidados a serem vestidos com as vestes do Dono da Festa! Diante de Deus não há emblemas, nem logos, nem distintivos, nem marcas, nem nome nenhum... Só gente!

Vamos por as coisas no seu devido lugar então...

Como unir o "Caminho" aos jovens católicos pode ser ecumênico? Nem um e nem outro existe para o Reino!

Evangélicos x católicos não nos diz respeito por um motivo simples: a única coisa que nos diz respeito agora é que SOMOS DEVEDORES A UNS E A OUTROS, e a tantos mais quanto Deus nos permitir contar a Boa Nova da Reconciliação. A porta que Ele abre, a gente entra com a boca cheia da Palavra. A porta que Ele fecha, a gente desvia, e segue nossa jornada!

A gente fala, fala, fala...QUE É ASSIM!!!!.... Mas alguns de nós pensam que é brincadeira.

A brincadeira acabou.


E bem-aventurado é quem não se escandalizar com isso!



Marcelo Quintela

Santos/SP

2 comentários:

Thiago Mendanha disse...

Poxa, César... curti esse cara! rs

José Inácio disse...

é isso ai,fio.
só queria saber quando chega a hora
em que o nosso 'pequeno entendimento'
vai permitir entender isso...
como entender tanta discurssão inutil..
só pela misericórdia d'Ele...